27/11/2017

segunda-feira

Postado as 16:11

< Voltar

Agostinho Ramalho Marques Neto reflete sobre os Limites de Ação do Judiciário durante Palestra de abertura do XXVI Congresso Nacional do CONPEDI São Luís/MA

agostinho

Valoroso professor maranhense e grande estudioso da filosofia e da sociologia do direito, além de psicanalista, Agostinho Ramalho Marques Neto pertence a classe de juristas que opta pelo pensamento crítico.

A todo momento provoca seus ouvintes a acordar do “sono dogmático” e realizar um direito comprometido com a realidade social. Sua obra compreende um Direito que não seja instrumento de dominação e, para tanto, tem se esforçado ao longo de sua trajetória para disseminar a necessidade do Direito dialogar com outras ciências — como a psicanálise.

Em palestra proferida na ocasião da abertura do XXVI Congresso Nacional do CONPEDI São Luís-MA, Agostinho Neto discursou sobre os limites de ação do judiciário. Sua posição perante a temática já é bem conhecida, tendo publicado em 2016 o artigo Limites à atuação do juiz (clique aqui para ler na íntegra) , no portal Empório do Direito.

Veja também a palestra na íntegra proferida durante o XXVI Congresso Nacional do CONPEDI São Luís-MA.