30/09/2019

segunda-feira

Postado as 14:01

< Voltar

Curiosidades sobre Belém – XXVIII Congresso Nacional do CONPEDI Belém (PA)

Para todos aqueles que irão participar do XXVIII Congresso Nacional em Belém, o CONPEDI produziu um post contando seis curiosidades sobre a cidade que irá sediar o evento. Confira:

1 – Fundada, em 1616 pelo Capitão-mor Francisco Caldeira Castelo Branco, a cidade de Belém surgiu como forma de resistência contra os corsários holandeses e ingleses, que estavam estabelecidos no território do Grão-Pará. Na época, Caldeira ergueu o Forte do Presépio para impedir o avanço dos holandeses, franceses e ingleses na Amazônia. Da construção, deu-se início ao vilarejo que, mais tarde, tornaria-se Belém.

2 – Uma das principais atrações da capital paraense, o Mercado do Ver-O-Peso é datado do século 17. A princípio, a área foi usada como posto de fiscalização portuguesa e atributos dos gêneros trazidos para a sede das capitanias.  A construção do Mercado de Ferro, como inicialmente era conhecido o ‘Ver-O-Peso’, teve início em 1899. Toda a estrutura do espaço foi trazida da Europa e seguia as tendência da Art Nouveau. Ponto turístico, o Mercado Ver-O-Peso, em 2008, recebeu o título de uma das Sete Maravilhas Brasileiras. O rótulo veio por meio de concurso promovido pelo HSBC e revista Caras.

3 – Considerado o cinema mais antigo em funcionamento no país, o Cine Olympia resiste ao tempo e mantém a sétima arte pulsante em Belém. Fundado em 24 de abril de 1912, pelos empresários Carlos Teixeira e Antonio Martin, o equipamento cultural sempre ocupou o mesmo endereço, no bairro de Campina. Em 2006, o funcionamento do espaço ficou ameaçado. No entanto, após apelos da sociedade civil, a prefeitura de Belém assinou um contrato para manter o cinema.

4 – A arquitetura da capital foi bastante influenciada pela obra do italiano Antônio José Landi, professor de arquitetura em Bolonha radicado em Belém que foi responsável por interferências da igreja da Sé, a igreja do Carmo e o Palácio Antônio Lemos.

5 – Além da porção continental, Belém é composta por 39 ilhas que, somadas, representam 65% do território de Belém. Nestes locais a principal atividade econômica é a coleta do açaí.

6 – O açaí consumido em Belém é bastante diferente do que é vendido no resto do Brasil: o vinho da fruta é apreciado pelos paraenses com farinha e peixe frito, camarão ou carne seca.

Fontes: 
(Globo)
(Unama)