Organização

 

Comissão Organizadora Local:
Prof. Dr. Saulo de Oliveira Pinto Coelho (Coordenador Local);
Prof. Dr. Platon de Azevedo Teixeira Neto;
Prof. Dr. Leonardo Buissa Freitas;
Profa. Dra. Bartira Macedo de Miranda;
Prof. Dr. José Querino Tavares Neto

Parceiros:
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPQ
Escola Superior da Advocacia - OAB-GO
Centro de Formação Jurídica da PGE-GO
Universidade de Rio Verde - UniRV

Apoio: 
Centro Universitário de Goiás - UniAnhanguera
Faculdade Sensu
Faculdade Evangélica Raízes
UniEvangélica (Centro Universitário)

 

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS:
A UFG é uma instituição de ensino, pesquisa e extensão, que objetiva produzir, sistematizar e socializar conhecimentos e saberes, formando profissionais e cidadãos comprometidos com a transformação e o desenvolvimento da sociedade. Ao longo dos seus 57 anos de história, a UFG diversificou e ampliou sua atuação e hoje possui mais de 150 cursos e 28 mil estudantes de graduação, distribuídos em quatro regionais e respectivos Câmpus: Regional Catalão; Regional Goiânia – Câmpus Aparecida de Goiânia, Câmpus Colemar Natal e Silva (Praça Universitária) e Câmpus Samambaia; Regional Goiás; e Regional Jataí – Câmpus Jatobá (Cidade Universitária) e Câmpus Riachuelo.

A Universidade Federal de Goiás foi fundada em 1960 com a fusão de cinco faculdades já existentes. Com 156 cursos de graduação e mais de 7 mil vagas disponíveis por ano na graduação, a universidade conta com mais de 28 mil estudantes presentes nas cidades de Goiânia, Aparecida de Goiânia, Catalão, Goiás e Jataí. Nos próximos meses às regionais Jataí e Catalão se desvincularão da Universidade Federal de Goiás, originando mais duas universidades no Estado de Goiás: a Universidade Federal de Jataí e a Universidade Federal de Catalão. Além da graduação, a UFG oferece 78 cursos de pós-graduação stricto sensu entre mestrados, doutorados e mestrados profissionais, com mais de 4.200 alunos.

Algo fundamental a saber: a UFG é uma Universidade pública, laica e gratuita. O que isso quer dizer? Que ela pertence a todos, independentemente de crença religiosa, classe social, orientação sexual, raça/cor, filiação ideológico/partidária ou qualquer outra especificidade. Também quer dizer que ela é mantida por fundos públicos federais, ou seja, oriundos dos impostos pagos por todos nós.

E mais: a UFG é um lugar onde o respeito à diversidade sociocultural e a liberdade de expressão são valores centrais, resguardados pelo Estatuto da Universidade, que assegura o respeito a todos e ao pluralismo de ideias, sem discriminação de qualquer natureza.

 

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO E POLÍTICAS PÚBLICAS:

Direito da Administração e das Políticas Públicas
Vinculada eminentemente à área do Direito e ao campo específico do Direito Público, as pesquisas nessa área de concentração adensam esforços na investigação dos fenômenos relacionados à regulação, gestão e controle jurídico-constitucional das políticas públicas. Compreende-se que no modelo do Estado Constitucional de Direito, democrático e pós-social, o foco legitimador de qualquer atuação da Administração Pública é a persecução da proteção e da promoção de Direitos Fundamentais, por meio de Políticas Públicas, cuja regulação e organização sejam capazes de articular objetivos constitucionais a instrumentos, metas e desafios diversos, de forma sinérgica e complementar, num contexto contemporâneo de hipercomplexidade. Isto deveria dar-se de modo a que os Programas, Projetos e Ações governamentais daí resultantes pudessem guardar coerência e integridade com o macroprojeto de sociedade justa, democrática e igualitária, plasmado na Constituição. Cabe ao Direito – e, notadamente, aos campos do Direito que lidam com a Administração Pública – construir as condições normativas e práticas do controle e da garantia de uma adequação e integridade constitucional das Políticas Públicas e de todo o rol de atividades estatais e não estatais delas decorrentes.

O descompasso nessas questões – por vezes recorrente – entre as práticas reais da Administração Pública e o desenho jurídicoconstitucional para elas delineado, constitui problema de grande relevância científica e social, alimentador de esforços de pesquisa neste campo. Igualmente relevante é o problema da integração de saberes que se entrecruzam no trato de questões envolvendo a Administração da coisa pública em sua busca por efetivação de direitos e de melhorias sociais. Pensar sobre os desafios teóricos e práticos referente aos imputs interdisciplinares que possui o Direito, frente a questões de economia, de sociologia, de gestão e de outros saberes afins no trato de políticas públicas constitui, portanto, outro campo problemático merecedor de  concentração de esforços investigativos. Um terceiro problema-chave – norteador das pesquisas nessa seara – refere-se à crescente hiperespecialização dos conhecimentos e sua relação com a incomensurabilidade dos riscos envolvendo as decisões governamentais.

Pensar sobre mecanismos de controle da atuação do Estado na elaboração, planejamento e gestão de Políticas Públicas, visando garantir as condições para um trato democrático das escolhas e das práticas governamentais constitui tarefa relevante no campo do Direito, notadamente quando se tem por foco as políticas públicas, caracterizadas por uma necessária articulação entre o implemento de objetivos constitucionais específicos e o respeito a outros bem e direitos constitucionais implicados. Á área de concentração em  Direito da Administração e das Políticas Públicas busca intensificar o debate e a pesquisa jurídicoconstitucional na articulação de  políticas públicas, para que se construam as condições de linguagem, de dogmática e de institucionalidade necessárias a uma maior  permeabilidade dos critérios econômicos, políticos, estratégicos e culturais, aos critérios jurídico-constitucionais, quando do trato de  tais políticas nas vivências concretas da Administração Pública brasileira, com vistas à efetividade constitucional das Políticas Públicas.

Linhas de Pesquisa:
Regulação, Efetividade e Controle Constitucional das Políticas Públicas
Segurança Pública: políticas e efetividade constitucional
Coordenação:
Prof. Dr. Saulo Pinto Coelho (coordenador)
Prof. Dr. Fabrício Motta (vice-Coordenador)

 

 



Submissão de Artigos

Os artigos serão recebidos no período de 08 de fevereiro a 05 de abril de 2019, precisamente até às 23 horas e 59 minutos (horário de Brasília). 

 Os artigos deverão ser submetidos exclusivamente através do portal do CONPEDI, no endereço eletrônico conpedi.org.br, diretamente na “Área Restrita”, seguindo rigorosamente as especificações do edital e dos procedimentos previstos no próprio sistema.

Salientamos a importância da leitura completa do Edital, afim de dirimir eventuais dúvidas e procedimentos a serem adotados. Para submissão de artigos deve-se estar com a anuidade em dia.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O EDITAL COMPLETO

ORIENTAÇÕES SOBRE OS ARTIGOS A SEREM SUBMETIDOS: 

O arquivo em formato PDF deve conter as informações do artigo a partir de sua introdução, incluindo objetivosmetodologiasdesenvolvimento da pesquisa, conclusões e referências.

O arquivo em PDF com o desenvolvimento do artigo NÃO PODERÁ CONTER:

  1. a) Nome dos autores – os nomes dos autores poderão figurar apenas quando esses forem citados, porém não poderão ser identificados como os autores do referido artigo;
    b) Título;
    c) Sumário;
    d) Resumo;
    e) Palavras-chave;
    f) Numeração de páginas.


Submissão de Pôsteres

Estão abertas as submissão de pôsteres no XXVIII Encontro Nacional do CONPEDI, a ser realizado em Goiânia nos dias 19, 20 e 21 de junho, cujo tema é “CONSTITUCIONALISMO CRÍTICO, POLÍTICAS PÚBLICAS E DESENVOLVIMENTO INCLUSIVO”. O conteúdo dos pôsteres serão recebidos entre o período de 08 de fevereiro a 05 de abril de 2019.

Os resumos deverão ser submetidos exclusivamente através do portal do CONPEDI, na “Área Restrita”, no endereço eletrônico www.conpedi.org.br, de forma estruturada, seguindo rigorosamente as especificações do edital. 

Estão aptos a submeterem pôsteres: doutores, doutorandos, mestres, mestrandos, especialistas, especializandos, graduados ou graduandos.

A Federação Nacional dos Pós-Graduandos em Direito – FEPODI, parceira do Conpedi, participará do processo de avaliação de todos os trabalhos, tanto no pré-evento com a seleção dos pôsteres a serem apresentados, quanto durante a avaliação presencial no dia do evento.

Para exposição e apresentação de pôster, o pagamento da taxa de inscrição deverá ser obrigatoriamente na modalidade “apresentação de pôster”. Os autores que não forem participar do evento estão dispensados do pagamento da inscrição.

Confira o edital na íntegra CLICANDO AQUI



Inscrições

A taxa de inscrição deverá ser paga exclusivamente através do acesso ao link disponibilizado no site do CONPEDI, na área restrita. Essa poderá ser quitada através das opções de cartão de crédito, débito online ou boleto bancário.

É obrigatório o pagamento da taxa de inscrição em qualquer uma das modalidades seguintes (apresentação de artigos, pôsteres ou ouvinte).

APRESENTAÇÃO DE ARTIGOS
Modalidade que permite a apresentação de artigo, apresentação de pôster e participação nos painéis:
Inscrições com desconto: de 06 de maio até 05 de junho de 2019 = R$385,00
Inscrições sem desconto: de 06 de junho até 21 de junho de 2019 = R$550,00. 

APRESENTAÇÃO DE PÔSTERES
Modalidade que permite apresentação de pôster e participação nos painéis:
Inscrições com desconto: de 06 de maio até 05 de junho de 2019 = R$235,00;
Inscrições sem desconto: de 06 de junho até 21 de junho de 2019 = R$495,00.

OUVINTES
Modalidade que permite participação como ouvinte e participação nos painéis:
Inscrições com desconto: de 06 de maio até 05 de junho de 2019 = R$200,00;
Inscrições sem desconto: de 06 de junho até 21 de junho de 2019 = R$395,00.

As inscrições poderão ser realizadas no local do evento.
Serão aceitos cartões de crédito/débito ou dinheiro.
A Comissão Organizadora não assegura o fornecimento do material do evento para aqueles que optarem por realizar a sua inscrição nos dias do evento.



Abertura

A abertura será realizada no dia 19 de junho, no auditório do Centro Cultural Oscar Niemeyer. 

Endereço: Avenida Deputado Jamel Cecílio, Lote 01, Quadra Gleba, 4490 - Setor Fazenda Gameleira, Goiânia - GO, 74884-801
Site: www.ccon.go.gov.br



Local do Evento

Nos dias 20 e 21 de junho, o evento acontecerá na Universidade Federal de Goiás - UFG

  • Centro de Aulas D, Campus I (Central) (Localizado na Praça Universitária, ao lado da Faculdade de Direito-UFG)

O prédio que receberá os Painéis e GTs se chama "Centro de Aulas D", no Campus I

 



Registro de Frequência

Para atingir a frequência de 75% exigida em Edital e ter direito ao CERTIFICADO DE PARTICIPAÇÃO, você deve obrigatoriamente participar de pelo menos dois dias do Encontro e fazer a leitura do seu QRCODE uma vez por dia

A responsabilidade da leitura do QRCODE é exclusiva do participante, não podendo ser realizada por terceiros. Caso ocorra, o código será invalidado e o certificado não será emitido.



Painéis

Painel I
Políticas Públicas e Direitos Sociais na perspectiva de um constitucionalismo crítico
Ementa: O painel pretende abordar a relação entre políticas públicas, direitos sociais e constitucionalismo contemporâneo, trinômio que têm assumido centralidade metodológica no campo das pesquisas em direito público nos últimos anos, com ressonância com os debates contemporâneos da teoria da constituição, em um esforço de pensar crítico-hermeneuticamente a linguagem das políticas públicas no contexto de um constitucionalismo social. 

Painelistas:

José Emilio Omatti Medauar - Professor adjunto da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Doutor e mestre em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais.


Marcelo Andrade Cattoni de Oliveira – Professor Titular de Direito Constitucional do Departamento de Direito Público da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais. Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade Federal de Minas Gerais. Bolsista em Produtividade do CNPq (Pq 1D). Doutor e Mestrado em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais. Realizou Estágio de Pós-Doutorado como Bolsista da CAPES em Teoria do Direito na Università degli studi di Roma Tre. 


José Adércio Leite Sampaio – Professor TItular da Escola Superior Dom Helder Câmara. Coordenador do Curso de Mestrado em Direito da Escola Superior Dom Helder Câmara. Professor adjunto da Pontíficia Universidade Católica de Minas Gerais. Doutor e  mestre em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais. Realizou estágio pós-doutoral na Universidad de Castilla la Mancha. Procurador da República do Ministério Público Federal. 

Coordenador:

Saulo de Oliveira Pinto Coelho - Professor Associado da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Goiás. Vice-diretor da Faculdade de Direito da UFG. Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Direito e Políticas Públicas. Doutor e mestre em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais. Realizou estágio pós-doutoral    


Painel II 
Experiências constitucionais, culturas jurídicas e o desafio de um constitucionalismo global para além da globalização econômica
Ementa: O painel se propõe a discutir as relações entre constitucionalismo, soberania, globalização e democracia, notadamente no que diz respeito ao controle de constitucionalidade e aos direitos econômicos-sociais, encarando essas questões assumidamente complexas, a partir de perspectivas que correspondam em profundidade teórica e engajamento com a realidade atual e suas repercussões no Direito.
 
Painelistas: 
 
 
Johan van der Walt – Professor Titular de Filosofia do Direito da Universidade de Luxemburgo. Professor extraordinário da Faculdade de Direito da Universidade de Pretoria (África do Sul). Doutor em Direito pela Universidade de Johannesburgo (África do Sul). 
 
 
José Carlos Remotti Carbonell - Doutor em Direito pela Faculdade de Direito da UAB. Professor de Direito Constitucional no Departamento de Ciência Política e Direito Público da Universidade Autônoma de Barcelona. 
 

 

Marcelo da Costa Pinto Neves – Professor Titular de Direito Público da Universidade de Brasília. Doutor em Direito pela Universidade de Bremen, com bolsa do DAAD. Mestre em Direito pela Faculdade de Direito do Recife da Universidade Federal de Pernambuco. Realizou estágio pós-doutoral na Faculdade de Ciência Jurídica da Universidade de Frankfurt e no Departamento de Direito da London School of Economics and Political Science, com bolsa da Fundação Alexander von Humboldt. Livre-Docência pela Faculdade de Direito da Universidade de Fribourg na Suíça. Senior Research Scholar at Yale Law School.
 
Coordenadores:
 
Platon Teixeira de Azevedo Neto - Professor da Universidade Federal de Goiás (UFG). Professor do PPGDP-UFG. Doutor em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Mestre em Direitos Humanos pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Juiz do Trabalho e coordenador da Escola Judicial do TRT-18.
 
 
Alexandre Walmott Borges -  Professor dos programas de pós graduação em Direito da Universidade Federal de Uberlândia - UFU, e da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP. Doutor e mestre em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina. É pesquisador líder do Laboratório Americano de Estudos Constitucionais Comparados (LAECC-CNPq)

Painel III
Centralidade das Políticas Públicas no contemporâneo Direito do Estado: novos campos de pesquisa e de debate na Administração Pública
Ementa: O painel pretende discutir as transformações nos fundamentos e fenômenos investigados no Direito do Estado, notadamente em razão de seu redirecionamento para as temáticas e problemáticas das políticas públicas, precisando as transformações científico-metodológicas e jurídico-tecnológicas dessa tendência integradora dos estudos da Administração Pública,  do Direito Público e das Políticas Públicas.

Painelistas:  

 
Maria Paula Dallari Bucci –  Professora da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, Departamento de Direito do Estado. Livre Docente em Direito do Estado pela USP. Doutora e mestre em Direito pela Universidade de São Paulo.
 
 
Marcos Antônio Rios da Nobrega - Professor adjunto da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Pernambuco. Doutor e mestre em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco. Realizou estágio pós-doutoral na Hardard Law School, na Kennedy School of Government - Harvard, e na Faculdade de Direito de Lisboa. Foi professor visitante na Singapore Management University, no Massachusetts INstitute of Technology e na QueenMary University of London. Conselheiro substituto do Tribunal de Contas de Pernambuco. 
 
 
Caroline Müller Bitencourt - Professora da Universidade de Santa Cruz do Sul. Doutora e Mestre pela Universidade de Santa Cruz do Sul. Realizou estágio pós-doutoral na Pontifícia Universidade Católica do Paraná. 
 
Coordenadores:
 
Fabrício Macedo Motta - Professor Adjunto da Universidade Federal de Goiás. Vice-coordenador do Programa de Pós-Graduação em Direito e Políticas Públicas da Universidade Federal de Goiás. Doutor em Direito pela Universidade de São Paulo, mestre em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais. Presidente do Instituto Brasileiro de Direito Administrativo. Procurador do Ministério Público de Contas - Tribunal de Contas dos Municípios do Estado de Goiás. 
 
 
Luciani Coimbra de Carvalho - Professora adjunta da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul. Doutora e mestre em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. 

Painel V
Segurança pública como política pública e social: as pesquisas com a questão de drogas e temas afins na construção de alternativas ao punitivismo
Ementa: O painel pretende discutir a abordagem da segurança pública a partir de uma perspectiva focada em seu enquadramento em termos de políticas públicas constitucionalmente adequadas, destacando os cíclos de políticas públicas voltadas para a segurança pública, especialmente em temas relacionados a falibilidade de Estados periféricos, bem como os apontamentos que essas abordagens oferecem no tocante a construção de alternativas ao modelo epistêmico do punitivismo, enenfocando as experiências com cases como a questão das drogas. 
 
Painelistas:  
 

Maíra Rocha Machado -  Professora Associada na Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (DIREITO SP). Doutora em Filosofia e Teoria Geral Direito pela Universidade de São Paulo. Graduada em Direito pela Universidade de São Paulo (1997). Realizou estágio pós-doutoral pela Cátedra Canadense de Pesquisa em Tradições Jurídicas e Racionalidade Penal da Universidade de Ottawa. Foi pesquisadora visitante na Universidade de Barcelona.

Xabier Arana  Berastegi - Professor pesquisador do Instituto Basco de Criminologia da Universidade do País Vasco. Juiz substituto da província de Álava (País Basco).  Doutor em Direito e mestre em Sociologia Jurídica e em Criminologia.

Sérgio Salomão Shecaira - Professor Titular da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Doutor e mestre em Direito pela Universidade de São Paulo. Livre-docente em Criminologia pela Universidade de São Paulo. Realizou estágio pós-doutoral na Universidade do País Vasco (2012).

Coordenadores:

Franciele Silva Cardoso - Professora adjunta da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Goiás. Professora do PPGDP-UFG. Pesquisadora do NECRIVI (Núcleo de Estudos sobre Criminalidade e Violência - UFG). Doutorado e mestrado em Direito pela Universidade de São Paulo.

Pedro Sérgio dos Santos - Professor associado da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Goiás. Professor do PPGDP-UFG. Doutor e Mestre em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco. Advogado. 


Painel VI
Empresas, controle e (ir)responsabilidades socioambientais: estado da arte das pesquisas no Brasil    
Ementa: O painel se dedica a discutir criticamente o atual modelo de sustentabilidade e desenvolvimento ambiental em vigência no Brasil, inclusive frente aos recentes desastres ocorridos, confrontando-o com o estado da arte das pesquisas desenvolvidas sobre a temática, notadamente no que diz respeito à atuação da iniciativa privada e do poder público em suas respectivas responsabilidades, no embate entre perspectivas desenvolvimentistas e ambientalistas; e a construção jurídico-tecnológica de instiutos de responsabilização e de diagnósticos baseados em evidência científica.

Painelistas:

Celso Antônio Pacheco Fiorillo –  Primeiro professor Livre-Docente em Direito Ambiental do Brasil é Director Académico do Congresso de Derecho Ambiental España/Brasil-Universidade de Salamanca (ESPANHA). Professor do Mestrado em Direito da UNINOVE. Professor convidado visitante do IPTomar (PORTUGAL) e da Facoltà di Giurisprudenza della Seconda Università Degli Studi di Napoli (ITÁLIA)

Manoela Carneiro Roland – Professora da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Juiz de Fora. Doutora em Direito pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro,  mestra em Relações Internacionais pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

Delton Winter de Carvalho –  Professor Adjunto I no Programa de Pós-Graduação em Direito - PPGD da Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Doutor e mestre em Direito pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Realizou estágio pós-doutoral em Direito Ambiental e Direito dos Desastres pela University of California, Berkeley, CA, USA.

Coordenadores:

Helensa Esser dos Reis –  Professora associada da Universidade Federal de Goiás. Coordenadora do Programa de Pós-graduação Interdisciplinar em Direitos Humanos da Universidade Federal de Goiás. Doutora em Filosofia pela Universidade de São Paulo, mestra em Filosofia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

José Querino Tavares Neto  –  Professor Associado da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Goiás. Doutor em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, doutor em Sociologia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP e mestre em Sociologia pela Universidade Estadual de Campinas. Realizou estágio pós-doutoral em Direito Constitucional pela Universidade de Coimbra.


Painel VIII
Pesquisas Socio-Fiscais, o direito da crise e os direitos fundamentais    
Ementa: O painel pretende discutir a intersecção entre as pesquisas sócio-fiscais, as políticas tributárias, o Direito Financeiro e as prioridades alocativas no gasto público, que em tese deveriam ser coerentes com um projeto de promoção inclusiva e democrática de direitos fundamentais. A relação entre Estado, finanças públicas, direitos fundamentais e austeridade, na linha daquilo que tem se denominado como sociologia fiscal, bem como a sociologia das crises, tem potencial capacidade de incremento da qualidade das pesquisas jurídicas nessas temáticas. 
 
 
Misabel Abreu Machado Derzi – Professora Titular em Direito Financeiro e Tributário das Faculdades Milton Campos e da Faculdade de Direito da UFMG. Doutora e mestre em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais. 
 
 
Élida Graziane Pinto –   Professora Adjunta de Direito Administrativo do UNIFEMM e Procuradora do Ministério Público de Contas do Estado de São Paulo. Doutora  em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais. Realizou estágio pós-doutoral em Administração pela Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas da Fundação Getúlio Vargas.
 
 
Aldo Mascareño  – Professor titular da Escola de Governo da Universidade Adolfo Ibáñez (Chile). Doutor em Sociologia pela Universidade de Bielefeld (Alemanha). Principal investigador do Centro de Pesquisa Núcleo Millenium Modelos de Crises.
 
Coordenadores:
 
Francisco Mata Machado Tavares (Frank Tavares) - Professor Adjunto da Faculdade de Ciências Sociais da Universidade Federal de Goiás. Doutor e mestre em Ciência Política pela UNiversidade Federal de Minas Gerais.
 
 
Leonardo Buissa Freitas - Professor Adjunto da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Goiás.   Doutor em Direito pela Universidade de São Paulo, mestre em Direito pela Universidade Federal de Goiás. Juiz Federal em Goiás.

Painel IX
Novas DCNs dos Cursos de Direito: implicações nas relações entre ensino, pesquisa e extensão
Ementa: Diante das novas Diretrizes Curriculares Nacionais dos Cursos de Direito, o painel se propõe a tematizar aquilo que foi efetivamente introduzido de novidade no modelo, e seus potências de transformação e melhoria incremental da educação jurídica, esquematizando suas implicações na estrutura universitária pautada pelo ensino, pesquisa e extensão, com destaque para o papel das metodologias de ensino na nova conjutura normativa em implementação, dentre outras implicações.

Painelistas:  

 
Adriana Ancona de Faria –   Professora na Faculdade de Direito da PUC-SP. Vice-Diretora Administrativa da Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas. Doutora e mestra em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. 
 
 
Maria Vital da Rocha – Professora Adjunta de Direito Civil, na Faculdade de Direito da Universidade Federal do Ceará. Professora Titular do Curso de Direito do Centro Universitário 7 de Setembro - UNI7. Doutora em Direito Civil pela Universidade de São Paulo. Realiza estágio pós-doutoral em Direito, na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Procuradora Federal aposentada. Presidente da Associação Brasileira de Ensino do Direito.
 
Coordenador e expositor:
 
Horácio Wanderlei Rodrigues - Doutor em Direito (Filosofia do Direito e da Política) e Mestre em Direito (Instituições Jurídico-Políticas) pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Realizou Estágios de Pós-Doutorado em Filosofia na Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS) e em Educação na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Professor Permanente do Programa de Pós-Graduação em Direito (PPGD) da Faculdade Meridional (IMED/RS).  Sócio fundador do Conselho Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Direito (CONPEDI) e da Associação Brasileira de Ensino do Direito (ABEDi). Pesquisador do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e da Fundação Meridional.   

Painel X
Consensualidade e democratização do Direito: pesquisas empíricas e soluções inovadoras no setor público e no acesso à justiça

Ementa: Diante dos debates, tanto sobre o acesso à justiça, como em torno de um Novo Direito Administrativo, marcado pela consensualidade, o painel se decida a discutir questões relacionadas a métodos alternativos de resolução de conflitos no âmbito da Administração Pública, jurismetria e uso de pesquisas empíricas para orientação de outras políticas públicas relacionadas ao acesso à justiça no seu sentido amplo. A pesquisa empirica é encarada como ferramenta para construção de adequadas avaliaçoes e diagnósticos no que tange a essas alternativas consensuais e à contribuição dessas e outras estratégias, para a tarefa de adequação do Direito aos propósitos de um desenvolvimento inclusivo.

Painelistas:

 
Diego Mongrell González – Professor de Arbitragem na Universidad de Buenos Aires e na Universidad de la República. Doutorando em Arbitragem Comercial Internacional pela Universidad de Navarra (Espanha). Assessor da Direção Nacional de Mediação (Ministério da Justiça da Argentina).
 
 
Paulo Eduardo Alves da Silva –  Professor da Faculdade de Direito de Ribeirão Preto da USP (FDRP/USP). Fundador e Diretor da Rede de Pesquisa Empírica em Direito - REED. Mestre,  Doutor e Livre Docente em Direito pela USP. Foi Visiting Scholar junto aoCenter for Studies of Law and Societyda Universidade da California/Berkeley, e junto ao Global Legal Studies Institute da Universidade de Wisconsin/Madison.
 
Coordenadores:
 
Cleuler Barbosa das Neves -  Professor Associado da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Goiás. Doutor em Ciências Ambientais pela Universidade Federal de Goiás, mestre em Direito Agrário pela Universidade Federal de Goiás. Procurador do Estado de Goiás.
 
 
Silzia Alves Carvalho - Professora adjunta da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Goiás. Doutora e mestra em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.  Realizou Estágio Pós-Doutoral junto à Universidade de Coimbra.

Painel XI
Processo Penal e Novas Tecnologias: repercussões no modelo constitucional de processo   
Ementa: O painel se propõe a discutir o impacto das novas tecnologias tanto na linguagem e comunicação jurídica, como na sua repercussão na experiência de áreas como o direito processual penal, buscando mapear as consequências dessas transformações na sua efetividade, tendo em vista, especialmente, a sua estruturação constitucional.
 
Painelistas:
 
 
Flaviane de Magalhães Barros Bolzan de Morais - Professora adjunta da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, professora da Universidade Federal de Ouro Preto. Vice-coordenadora da área do Direito na CAPES. Doutora e mestra em Direito mestrado pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Realizou estágio pós-doutoral na Universita degli studi di Roma Tre. 
 
 
Salvador Vives - Diretor da Editora Tirant lo Blanch (Espanha). Doutor pela Universitat de Valencia.
 
 
Ana Claudia Bastos de Pinho - Professora Adjunta de Direito Penal da Universidade Federal do Pará.  Doutora e Mestre em Direito pela Universidade Federal do Pará.Promotora de Justiça do estado do Pará.
 
Coordenadoes:

 
Bartira Macedo Miranda Santos - Professora Adjunta da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Goiás. Diretora da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Goiás. Doutora em História da Ciência pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.
 
 
João Porto Silvério Júnior - Professor Titular de Processo Penal da Universidade de Rio Verde - UniRV. Coordenador do APCN "Direito do Agronegócio e Desenvolvimento" da UniRV. Membro da Câmara de Pós-graduação da UniRV. Coordenador Local do Doutorado em Direito Convênio UniRV/UNISINOS. Pesquisador Líder do Grupo de Pesquisa CNPq "Processo Fraterno e Direito do Agronegócio" da UniRV. Doutor em Direito Processual pela PUC-MG com estágio doutoral na Università degli Studi di Roma Tre. Mestre em Ciências Penais pela UFG. Promotor de Justiça Criminal, Titular da 2ª Promotoria de Justiça de Rio Verde, Goiás.
 

 
Painel XII
Gênero, Diversidade, Sexualidades e Direito: diálogos em homenagem à Profa. Dra. Cecilia Caballero Lois    
Ementa:  A ideia de criar este painel e debater as questões de gênero, sexualidades e direito nasce da vontade política e teórica de professoras e professores preocupados com as persistentes desigualdades acadêmicas relativas à questões de gênero e sexualidade, em todos os campos do saber. Entende-se também fundamental reverberar os estudos apresentados no GT Gênero, Sexualidade e Direito do CONPEDI, inclusive em homenagem à Profa. Dra, Cecilia Caballero Lois, recentemente falecida e que, em sua vida acadêmica, contribuiu para a criação do referido GT. O Painel contatá com experts que abordarão pesquisas nas temáticas relativas a: gêneros, sexualidades em diálogo com raça, classe e etnia; teorias e epistemologias feministas; identidades de gênero, teorias pós-identitárias e decoloniais; diferenças, diversidades e teorias de justiça; gêneros, sexualidades e relações de trabalho; violências e criminalização; movimentos sociais feministas e LGBT; representações e discursos; transexualidades, saúde e direito; gêneros, sexualidades e direito de família; corpo, nome e direitos da personalidade.
 
Painelistas: 
Josiane Petry Faria -  Professora adjunta da Faculdade de Direito Universidade de Passo Fundo. Doutora em Direito pela Universidade de Santa Cruz do Sul com bolsa Prosup e PDSE Capes na Universidade de Sevilla/ES. Mestra em Direitos Fundamentais e Relações de Trabalho pela Universidade de Caxias do Sul. Realiza estágio pós-doutoral no Programa de Pós-Graduação da Universidade Federal de Rio Grande.  
 
 
Marcelo Maciel Ramos -  Professor Adjunto da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais. Bacharel, Mestre e Doutor em Direito pela UFMG, tendo realizado parte de suas pesquisas doutorais no Institut de la Pensée Contemporaine da Université Paris-Diderot. É coordenador do Grupo de Pesquisa Kritikos - Teorias Críticas do Direito e do Programa de Extensão Diverso UFMG - Núcleo Jurídico de Diversidade Sexual e de Gênero.  
 
 
Renato Duro Dias - Pró-Reitor de Graduação da Universidade Federal do Rio Grande (FURG). Professor da Faculdade de Direito e do Programa de Pós-Graduação em Direito da FURGS. É Doutor em Educação com período de doutoramento sanduíche na Universidade de Lisboa. Foi Coordenador dos Cursos de Graduação em Direito (FURG). Atuou como Coordenador do Centro de Referência em Direitos Humanos - CRDH/FURG (2014-2017). Professor Visitante no Instituto de Educação da Universidade de Lisboa. Pesquisador do GTJUS - Grupo Transdisciplinar em Pesquisa Jurídica para a Sustentabilidade.
 
Coordenadora:

 
Silvana Beline Tavares - Professora Adjunta de Direito Civil na Universidade Federal de Goiás - Regional Goiás. Doutora em Sociologia pela UNESP/Araraquara, mestre em Sociologia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.  
 
 


Workshops e Oficinas

Oficina (mini-curso): 
GPS Acadêmico no CONPEDI: Como superar bloqueios e desvios na rota de pesquisa
Ementa: Em oficina dedicada à discussão da pesquisa científica, a Prof.ª Vanice Regina Lírio do Valle oferecerá aos participantes exposição e discussão aprofundada acerca da metodologia da pesquisa em Direito, os problemas encontrados durante a realização de uma pesquisa científica e as soluções ancoradas na teoria e na prática investigativa. 
Expositora: 

Vanice Regina Lírio do Valle - Visiting Fellow no Human Rights Program da Harvard Law School. Doutora em Direito pela Universidade Gama Filho (2006), é também Professora do Programa de Pós-Graduação em Direito da UNESA/RJ. Procuradora do Município do Rio de Janeiro. Realizou estágio pós-doutoral em Administração pela EBAPE/FGV.
 




Espaço do Autor

Assim como nos demais eventos nacionais do CONPEDI, os participantes também poderão expor seus livros durante o XXVIII Encontro Nacional do CONPEDI, a ser realizado em Goiânia entre os dias 19 e 21 de junho.

As obras serão comercializadas no “Espaço do Autor”, um estande exclusivo para exposição e venda dos exemplares disponibilizados pelos próprios pesquisadores. A ação é mais uma iniciativa do CONPEDI para incentivar a valorização da produção científica e consolidar os referenciais teóricos nacionais.

 

Além do espaço físico reservado para os autores levarem suas obras a fim de vendê-las, temos também em nossa Revista, que é entregue no evento e com uma versão digital, um espaço para inserção de lançamentos. E você está convidado para incluir seu livro nesse espaço também!
Para isso, deverá enviar algumas informações para o e-mail [email protected], impreterivelmente até 25/03/2019, sendo elas:

1.1 Nome do Programa de Pós-Graduação e a instituição de ensino superior (IES) a qual está vinculado.
1.2 Uma imagem da capa do livro em formato JPEG, GIF ou PNG para ser divulgada na Revista do CONPEDI.
1.3 Nome(s) do(s) autor(es) ou organizador(es) do livro.
1.4 Resumo do livro em até 650 caracteres (com espaços).
1.5 Formas de aquisição do livro (livraria, site, etc).
1.6 Contato para esclarecimento de eventuais dúvidas relacionadas à referida indicação.

CLIQUE AQUI PARA LER O EDITAL



Turismo

ATRATIVOS TURÍSTICOS EM GOIÂNIA E REGIÃO

1) Parque Estadual da Serra de Jaraguá
Jaraguá é um Município do Estado de Goiás. Nele situa-se o Parque Ecológico da Serra de Jaraguá. É um Município emancipado de Pirenópolis e se inclui na microrregião de Anápolis, no Vale do São Patrício, conhecido por seu patrimônio histórico e cultural, sendo uma das cidades mais antigas do Estado e por ser considerada o maior polo de confecção da região Centro-Oeste do Brasil.
Na região é possível fazer trilhas a pé ou de bike, saltar de asa delta dentre outras aventuras que envolvam grandes altitudes.

Distância: 125 km de Goiânia (partindo da Praça Universitária).
Mais informações: CLIQUE AQUI e CLIQUE AQUI.

2) Fazenda Babilônia
Trata-se de um delicioso passeio no qual é possível saltar no tempo, diretamente para o Ciclo do Ouro em um Goiás que já não existe. Construída no final do século XVIII, a Fazenda Babilônia é tombada pelo IPHAN como Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Suas construções, totalmente preservadas, proporcionam um dos mais reconhecidos roteiros de turismo temático da região. Logo na entrada da fazenda, o cenário com muros de pedras, construídos pelos escravizados, já fornecem uma amostra da grandiosidade de toda sua história.
Em seu interior toda estrutura da edificação está fielmente preservada. São várias salas com objetos e utensílios da época, distribuídos harmonicamente. Neste ambiente, cercado pela magia do tempo, está a encantadora capela dedicada à Nossa Senhora da Conceição.
No varandão, é servido o mais famoso Café Sertanejo do Centro-Oeste, com iguarias inigualáveis, preparadas com receitas coloniais passadas de geração a geração. Para que os visitantes usufruam de uma gastronomia única, todo preparo busca a máxima fidelidade àquela época em que as distâncias eram medidas com queijo e rapadura, e a fartura na mesa era regada a uma boa e alegre prosa.
Vale lembrar que todos os pratos são preparados no momento da chegada à fazenda, garantindo assim o sabor e a qualidade de todos os itens. Para melhor atendimento, é necessário o agendamento com antecedência.

Distância: 102 km de Goiânia (partindo da Praça Universitária).
Mais informações: CLIQUE AQUI

 

3) Santuário de Vida Silvestre Vagafogo
O Santuário de Vida Silvestre Vagafogo é uma Reserva Particular do Patrimônio Natural, criada em 1990 para promover a educação ambiental, o ecoturismo e a produção sustentável de alimentos.
A reserva possui uma linda e acessível trilha interpretativa de 1.500m, onde as inúmeras árvores centenárias e a mata ciliar que margeia o rio Vagafogo possibilita a interação com a fauna, flora e a observação de pássaros. No decorrer do percurso encontra-se: piscina natural de águas límpidas para refrescantes banhos, pequena cachoeira, área destinada a contemplação, bancos, mesas e tablados de madeiras (decks). O Santuário oferece também: vasta biblioteca, gazebo, redário, área de recreação infantil, aventuras (arvorismo, rapel, tirolesa e pêndulo), além de uma incrível experiência gastronômica - o brunch.
São mais 45 itens, produzidos artesanalmente ali mesmo, na fazenda, a partir da produção sustentável de frutas do cerrado, e produtos feitos a partir delas: geleias, chutneys, pães, frutas desidratadas e cristalizadas, tomates secos, biscoitos, lácteos, carnes, entre outros. Ainda é possível optar pelas deliciosas porções disponíveis e dos sucos de frutas da estação. Uma viagem gastronômica cheia de descobertas e combinações que você só encontrará na Reserva Vagafogo.

Distância: 131 km de Goiânia (partindo da Praça Universitária).
Mais informações: CLIQUE AQUI

4) Cidade de Goiás ou Goiás Velho
A Cidade de Goiás é conhecida carinhosamente pelo nome de Goiás Velho, a antiga capital do Estado foi fundada no Ciclo do Ouro e retrata o período colonial brasileiro de uma maneira muito particular, razão pela qual é Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco. O traçado urbano é um exemplo do desenvolvimento de uma cidade mineira com as adaptações às condições do local, como os limites impostos pelo Vale do Serra Dourada e o Rio Vermelho. Entre suas manifestações culturais destaca-se a Procissão do Fogaréu, que recebe visitantes de todo o País. A cidade também é muito conhecida pela poetisa Cora Coralina. Sua casa se tornou um museu bastante visitado. Para quem gosta de visitar belas igrejas, a Cidade de Goiás é o local certo. Possui, ainda, opções de cachoeiras e rios para os visitantes se refrescarem, bem como uma deliciosa culinária com os melhores empadões, bolinho de arroz e outros sabores imperdíveis no Mercado Municipal.

Distância: 147 km de Goiânia (partindo da Praça Universitária).
Mais informações: CLIQUE AQUI

5) Trindade
Trindade é um Município brasileiro do Estado de Goiás, região Centro-Oeste do país. Pertence à mesorregião do Centro Goiano e à microrregião de Goiânia e localiza-se a oeste da capital do estado, distando desta cerca de 16 km. Com uma área de aproximadamente 719 km², é o 8º mais populoso do estado goiano, com 125 328 habitantes segundo estimativas de 2018.
Localizada no centro de Goiás, Trindade surgiu do extinto município de Campinas que, em 1909, tinha como distrito Barro Preto. Após sua fragmentação, em 1920, muda-se de nome em homenagem à história dos garimpeiros Ana Rosa e Constantino Xavier, casal que encontrou uma medalha com a ilustração do Divino Pai Eterno, na mesma região em que se situa, atualmente, o Santuário Basílica, templo o qual atrai cristãos à cidade durante a Festa do Divino Pai Eterno.
É importante destacar que a principal intenção de quem vai à cidade é ver de perto a grandiosidade do Santuário Basílica do Divino Pai Eterno. Então, saiba que quase tudo em Trindade gira em torno do comércio de lembrancinhas ou de atrativos religiosos. As atrações da região são: participar das celebrações no Santuário Basílica; conhecer a Igreja Matriz de Trindade-GO; assistir a uma peça no Cine Teatro AFIPE; fazer compras nas feirinhas nos arredores do Santuário; visitar a Vila São Cottolengo; fazer o passeio de Bondinho; percorrer a Via Sacra; provar as comidas típicas de Goiás; passar pelo Portal da Fé; visitar o Museu da Memória de Trindade.

Distância: 32 km de Goiânia (partindo da Praça Universitária).
Mais informações: CLIQUE AQUI

6) Cel da OAB
O CEL da OAB-GO possui ampla infraestrutura para a prática esportiva: um campo de futebol oficial, com moderno sistema de iluminação; três campos de futebol society; quatro quadras de tênis; três quadras de peteca; uma quadra poliesportiva; duas quadras de vôlei de areia; uma piscina olímpica (50 x 21 m); duas pistas de skate; uma pista de cooper e ciclismo (1.672 m); academia e salão de jogos com mesas de sinuca, pingue-pongue e pebolim.
O parque aquático do CEL é composto por uma piscina olímpica (50 x 21 m), duas piscinas para adultos, uma piscina infantil com playground, duas saunas e vestiários. A estrutura do clube também oferece às crianças parque infantil, brinquedoteca e berçário. Os advogados e seus familiares contam ainda com sala de leitura, coreto, quiosques com churrasqueira, restaurante, bares, lago de pesca, pomar, reserva ambiental e diversos jardins.

Distância: 18 km de (partindo da Praça Universitária).
Mais informações: CLIQUE AQUI

7) Caldas Novas
Caldas Novas é um Município brasileiro do Estado de Goiás. O Município é conhecido por ser a maior estância hidrotermal do mundo, possuindo águas que brotam do chão em temperaturas que variam de 43° a 70°. A principal fonte de renda do município é o turismo. Na alta temporada, a cidade chega a comportar mais de 500 mil turistas.
A estrutura da cidade conta com hotéis, pousadas, chalés, clubes, boates e bares. Uma outra grande atração de Caldas Novas é o ecoturismo, vez que a cidade se encontra às margens do lago da represa de Corumbá e ao lado da Serra de Caldas.
Todos os anos, mais de 3 milhões de turistas visitam Caldas Novas, considerada a maior estância hidrotermal do mundo. Possui centenas de piscinas com águas termais em seus hotéis e clubes, que atraem turistas de todo o País.

Distância: 171 km de Goiânia (partindo da Praça Universitária).
Mais informações: CLIQUE AQUI

8) Rio Quente
O Rio Quente Resorts, antiga Pousada do Rio Quente, é um paraíso de águas quentes naturais com uma das maiores praias artificiais do mundo, para as pessoas relaxarem e se divertirem. Um espaço onde se tem conforto, lazer e diversão.
A beleza exótica, o clima sempre ameno e a rica fauna e flora juntam-se às insuperáveis fontes de águas termais e transforma o Rio Quente Resorts, antiga Pousada do Rio Quente, num lugar realmente único em matéria de prazer e sensações, ideal para se desfrutar do encanto e do fascínio das águas quentes. O Rio Quente Resorts, além de possuir o Hot Park, um dos maiores parques aquáticos do Brasil e a Praia do Cerrado, maior praia artificial em águas quentes naturais do mundo, possui uma das localizações mais centrais do país. Distância: 178 km de Goiânia (partido da Praça Universitária).

Distância: 178 km de Goiânia (partido da Praça Universitária).
Mais informações: CLIQUE AQUI

 

TURISMO DENTRO DE GOIÂNIA

Parques e Bosques:

Parque Lago das Rosas 
O Lago das Rosas é o parque mais antigo da capital, criado na década de 40. Seu nome se deve à um jardim de rosas que havia no local antes da construção do parque, além da art déco e suas construções tombadas pelo IPHAN. O parque abriga uma vasta quantidade de espécies de plantas e é excelente pedida para um piquenique. Nele você encontra uma biblioteca, área destinada a yoga e o zoológico da capital.
Endereço: Entre a Alameda das Rosas e a Avenida Anhanguera.    

Praça Cívica
Começar pela Praça Cívica (que está sendo revitalizada) é começar pelo começo das andanças da capital goiana. Primeira praça de Goiânia, inaugurada em 1933, foi oficialmente batizada de Praça Cívica Doutor Pedro Ludovico Teixeira e é considerada o marco inicial da construção da cidade. Nela, se encontra o Palácio das Esmeraldas (todo em art déco), residência oficial do governador de Goiás, sendo o ex-governador Pedro Ludovico Teixeira o primeiro morador do Palácio. Na Praça Cívica está também localizado o moderno Palácio Pedro Ludovico, centro administrativo do estado. A praça abriga também o Museu Zoroastro Artiaga e em seu centro se localiza o Monumento às Três Raças.

Parque Flamboyant
Situado em uma das áreas mais nobres de Goiânia, o parque flamboyant é uma boa pedida para quem gosta de esportes e não abre mão de uma caminhada ao fim da tarde. Com grande área para caminhada, pista para ciclismo, dois lagos e parque infantil.
Endereço: Entre as Ruas 15,12, 46, 55, 56 e a Avenida H. 

Parque Vaca Brava
O nome Vaca Brava é uma referência a uma das três fazendas que foram as áreas utilizadas na construção da cidade, o parque contém um lago, chafariz, pista de cooper, diversas lojas, restaurantes, e o conhecido Goiânia Shopping.
Endereço: Entre as Avenidas T-5, T-10, T-13, T-15 e T-66.

 Bosque dos Buritis                                                                                       
Local de bastante visitação, o Bosque dos Buritis é o mais antigo patrimônio paisagístico de Goiânia. Cercado por árvores, e plantas rasteiras. E conta com três lagoas articifiais abastecidas pelo córrego Buriti e por vários canais subterrâneos. Em uma delas está o maior jato d’água da América do Sul. Área de 124.800 metros quadrados.
Endereço: Entre as Ruas 1 e 29, Avenida Assis Chateaubriant e Alameda dos Buritis, Setor Oeste. 

Feiras:

Feira Hippie
A maior e mais tradicional de todas as feiras da cidade. São mais de 6 mil expositores e oferece de produtos artesanais, comida e moda.
INFOS: Aos domingos das 7 às 14 horas ao lado da rodoviária de Goiânia.

Feira do Sol
A charmosa feira toma conta da praça de mesmo nome, no Setor Oeste, aos domingos. O visitante encontra desde bichinhos de estimação, quitandas, obras de arte a roupas e acessórios.
INFOS: Aos domingos das 16 às 20 horas na Praça do Sol, Setor Oeste.

Feira da Lua
Segunda maior feira ao ar livre de Goiânia, a famosa Feira da Lua bomba aos sábados e atrai gente de todas as partes e classes sociais. É possível encontrar roupas e acessórios de boa qualidade com preços bem acessíveis. Vale deixar um espaço para se deliciar nas banquinhas de comidas do lugar. Pra gourmet nenhum botar defeito.
INFOS: Aos sábados das 17 às 22 horas na Praça Tamandaré, Setor Oeste.

Feira do Cerrado
Daquelas feirinhas obrigatórias que todo turista deve conhecer. O forte do lugar são os produtos da terra, artesanato, comida típica e apresentações culturais. Programão do domingo de manhã.
INFOS: Aos domingos das 7 às 14 horas ao lado do Estádio Serra Dourada, Jardim Goiás.

Feira Cora Coralina
Os mais tradicionais doces da culinária goiana têm endereço certo neste endereço que, apesar de esquecido pelo poder público, ainda guarda o charme da rua que nunca passa carro - daí o nome.
INFOS: Aos sábados das 8 às 13 horas na Rua 8 (Rua do Lazer), Centro.

Feira do Entardecer
A primeira das feiras especiais que movimentam os finais de semana do goianiense acontece no entardecer de sexta-feira. Diferente das demais, esta ocupa um espaço coberto, denominado Cepal do setor Sul.
INFOS: Às sextas-feiras das 16 às 21 horas no Cepal da Rua 115, Setor Sul

Mercadões:

Mercado Central
O maior e mais tradicional da cidade com 161 lojas. Destaque para os produtos artesanais e as empadas que lotam as banquinhas do local. Colado nele fica o Restaurante Bologna com tradição de 40 anos servindo massas caseiras.
Endereço: Rua 03, nº. 322, Centro. Telefone: 3524-1324

Mercado de Campinas
72 lojas dos mais variados segmentos. Destaque para os produtos artesanais e alimentação.
Endereço: Rua Benjamin Constant, esq. c/ Av. São Paulo, n.º 429, Setor Campinas. Telefone: 3524-2472

Mercado Popular da Rua 74
O pequeno notável do tradicional Bairro Popular (continuação do Centro) se revela uma boa opção para o público que busca ainda mais contato com a cultura local. Destaque para o Pub e Pastelaria do Meu, há 50 anos no mesmo local e eleito pelo público Curta Mais como o melhor pastel da cidade.
Endereço: Rua 74, n.º 329, Setor Central. Telefone: 3524-1111

Museus:

Centro Cultural Oscar Niemeyer
Parada obrigatória para quem curte arquitetura, cultura e lazer. Tudo junto e misturado no Centro Cultural Oscar Niemeyer que já se consolidou como o principal palco de shows nacionais, exposições de arte, ponto de encontro de esqueitistas e patinadores. 
Endereço: Avenida Deputado Jamel Cecílio, 4490, Quadra Gleba, Lote 1 - - Setor Fazenda Gameleira. Telefone: (62) 3201-4901

Beco da Codorna
O Beco da Codorna é um dos maiores do Centro de Goiânia e sedia várias atividades artísticas e culturais, como: curtas metragens, ensaios fotográficos, gravação de videoclipes musicais, além de ter a maior galeria a céu aberto. Um dos destaques do Beco hoje é a Upoint, a primeira galeria de Goiânia dedicada à arte urbana e que nos finais de semana o funciona como bar. É um lugar perfeito para quem quer admirar os grafites e aproveitar a cidade!
INFOS: O horário de funcionamento é de terça a sexta-feira das 10h às 18h, no sábado das 10h às 20h e domingo das 14h às 20h.

FONTE: Curta Mais
Post original: https://bit.ly/2a95AuM



Restaurantes

Restaurante Árabe
Endereço: Avenida 83, 205, Setor Sul, Goiânia - GO
Distância: 1,9 km
Preço estimado de Uber: R$ 8,23
Tempo estimado de deslocamento de Uber: 5 min
Site: www.restaurantearabe.com.br
Telefone: (62) 3218-6296
Buffet ( ) A la carte ( ) Rodízio (X)
Média de preços: R$ 59,90 a R$ 89,90

Júnior Cozinha Brasileira
Endereço: 5ª Avenida, nº 804, Setor Vila Nova, Goiânia - GO
Distância: 2,6 km
Preço estimado de Uber: R$ 8,27
Tempo estimado de deslocamento de Uber: 8 min
Site: www.juniorrestaurante.com.br
Telefone: (62) 3261-8784
Buffet ( ) A la carte ( ) Rodízio ( ) Por kg (X)
Média de preços: R$ 41,99 (durante a semana) e R$ 51,99 (aos fins de semana)
Obs: 10% de desconto

Los Pampas Churrascaria
Endereço: Av. Araguaia nº 144 Centro, Goiânia – GO
Distância: 2,6 km
Preço estimado de Uber: R$ 9,29
Tempo de deslocamento de Uber: 8 min
Site: www.lospampasgoiania.com.br 
Buffet ( ) A la carte ( ) Rodízio (X)
Média de preços: R$ 49,90 (por pessoa)
Obs: Faixas de desconto -R$ 41,90 (almoço);  -R$ 39,90 (jantar);  -R$ 54,90 (buffet a vontade, incluindo água, sucos da fruta, Coca-cola e Guaraná Antártica).

Nativas Grill Churrascaria
Endereço: Rua 89, 117 Setor Sul | Antigo Lancaster Grill, Goiânia, Goiás
Distância: 2.7 km
Preço estimado de Uber: R$ 11,20
Tempo de deslocamento de Uber: 8 min
Site: www.business.google.com/website/nativas-grill
Telefone: (62) 3242-0311
Buffet (X) A la carte ( ) Rodízio (X)
Média de preços: R$ 54,90 (jantar) e R$ 69,90 (almoço)

Churrascaria Favo de Mel
Endereço: Rua 89, 117 Setor Sul | Antigo Lancaster Grill, Goiânia, Goiás
Distância: 2,9 km
Preço estimado de Uber: R$ 10,22
Tempo estimado de deslocamento de Uber: 8 min
Site: www.churrascariafavodemel.com.br 
Telefone: (62) 3541-5555
Buffet ( ) A la carte ( ) Rodízio (X)
Média de preços: R$ 69,90 (seg a qui); R$ 79,90 (sex e sáb) e R$ 84,90 (aos domingos), por pessoa.

República da Saúde
Endereço: Rua 89, 117 Setor Sul, Goiânia, Goiás (Antigo Lancaster Grill)
Distância: 3,2 km
Preço estimado do Uber: R$ 9,17
Tempo estimado de deslocamento de Uber: 10 min
Site: www.republicadasaude.com.br 
Telefone: (62) 3942-5576
Buffet ( ) A la carte ( ) Rodízio ( ) Self-service (X)
Média de preços: R$ 29,90 a R$ 37,90
Obs: 10% de desconto

Restaurante Chão Nativo
Endereço: Av. República do Líbano, nº 1809 - Setor Oeste - Goiânia-GO
Distância: 3,5 km
Preço estimado de Uber: R$ 8,18
Tempo estimado de deslocamento de Uber: 10 min
Site: www.chaonativo1.com.br 
Telefone: (62) 3241-2266
Buffet (X) a vontade A la carte ( ) Rodízio ( )
Média de preços: R$ 34,90 (seg a sex, exceto feridos) e R$ 36,90 (sáb, dom e feriados)
Obs: 20% de desconto

Viela Gastronômica
Endereço: Rua 136d Nº 91 – Setor Sul (Viela do Edifício Nasa)
Distância: 3,8 km
Preço estimado de Uber: R$ 11,66
Tempo estimado de deslocamento de Uber: 11 min
Site: www.viela.com.br 
Telefone: (62) 98442-0469
Buffet ( ) A la carte (X) Rodízio ( )
Média de preços: R$ 49,90 (almoço) e R$ 89,90 (jantar)
Obs: 10% de desconto

Panela Mágica
Endereço: Unidade Marista II, Rua 13, 773, Setor Marista
Distância: 4,6 km
Preço estimado de Uber: R$ 10,83
Tempo de deslocamento estimado de Uber: 5 min
Site: www.panelamagica.com.br 
Telefone: (62) 3223-6604
Buffet (X) A la carte (X) Rodízio ( )
Média de preços: R$ 73,00 (a vontade – buffet) e R$ 43,00; R$ 46,00 e R$ 50,00 de seg a sex (a la carte)

Shopping Flamboyant
Endereço: Av. Jamel Cecílio, 3300, Jardim Goiás
Distância: 4,9 km
Preço estimado de Uber: R$ 15,01
Tempo de deslocamento estimado de Uber: 15 min
Site: www.flamboyant.com.br 
Telefone: (62) 3546-2000
Buffet (X) A la carte (X) Rodízio ( )
Média de preços: preços variados (praça de alimentação)

Saccaria Marista restaurante e choperia
Endereço: Rua 139, Qd. 58, Lt. 16, 194, Setor Marista, Goiânia/GO
Distância: 4,4 km
Preço estimado do Uber: R$ 9,33
Tempo estimado de deslocamento de Uber: 14 min
Site: www.saccaria.com.br 
Telefone: (62) 3945-4505
Buffet ( ) A la carte (X) Rodízio ( )
Média de preços: R$ 29,90 a R$ 104,90 (por esse preço serve de 2 a 4 pessoas)

Bahrem Bar
Endereço: R. 144, 716 - St. Marista, Goiânia - GO, 74170-130
Distância: 4,1 km
Preço estimado de Uber: R$ 11,22
Tempo de deslocamento estimado de Uber: 14 min
Site: www.bahrem.com 
Telefone: (62) 3645-0136
Buffet ( ) A la carte (X) Rodízio ( )
Média de preços: R$ 56,00 (uma pessoa) a R$ 96,00 (duas pessoas)

Íz Restaurante - por Ian Baiocchi
Endereço: Rua 1129 n. 146 | Qd. 237, Goiânia, Goiás 74175-140
Distância: 4,5 km
Preço estimado de Uber: R$ 9,90
Tempo de deslocamento estimado de Uber: 15 minutos
Site: www.izrestaurante.com.br 
Telefone: (62) 3092-5177
Buffet (X) A la carte (X) Rodízio ( )
Média de preços: de R$ 74,00 (ter a sex – buffet) e R$ 79,00 a R$ 140,00 (finais de semana – a la carte)

Grá Bistrô
Endereço: Avenida Portugal 1148 | Órion Complex, 40º Andar, Setor Marista, Goiânia, Goiás,
Distância: 5,1 km
Preço estimado de Uber: R$ 12,32
Tempo de deslocamento estimado de Uber: 17 minutos
Site: www.grabistro.com.br
Telefone: (62) 3181-0322
Buffet ( ) A la carte (X) Rodízio ( )
Média de preços: Entradas: R$35,00/ Pratos principais: R$90,00/ Sobremesas: R$35,00/ Coquetéis: R$30,00



Hotéis

Sugestões de hotéis próximos ao local do evento:

Comfort Suítes Flamboyant
Avenida Deputado Jamel Cecílio, 3549 - Jardim Goiás, Goiânia.
Telefone: (62) 3574-9000
Whatsapp: (62) 9 9994-6320
E-mail: [email protected]
Site: Clique aqui.

Quality Hotel Flamboyant
Rua 14, nº 46 - Jardim Goiás, Goiânia.
Telefone: (62) 3239-0700
Whatsapp: (62) 9 9841-8828
E-mail: [email protected]
Site: Clique aqui.

Comfort Hotel Goiânia
Avenida Dr. Ismerino Soares de Carvalho, 52 - St. Aeroporto, Goiânia.
Telefone: (62) 3878-1500
Whatsapp: (62) 9 9307-9688
E-mail: [email protected]
Site: Clique aqui.

Clarion Goiânia Orion
Avenida Portugal- St. Marista, Goiânia.
Telefone: (62) 3600-1000
Whatsapp: (62) 9 9210-3377
E-mail: [email protected]
Site: Clique aqui.

Hilton Garden Inn Goiânia
Rua 22, nº 122- St. Oeste, Goiânia
Telefone: (62) 3235-5600
Whatsapp: (62) 9 9996-9073
E-mail: [email protected]
Site: Clique aqui.

Castro's Park Hotel
Av. República Do Líbano Nr. 1520 | Setor Oeste, Goiânia, Goiás 74115-030, Brasil (3,8 km de UFG)
Telefone: (62) 3096-2000
Site: clique aqui

Plaza Inn Augustus Hotel
Avenida Araguaia, 702 | Setor Central, Goiânia, Goiás 74020-155, Brasil (1,7 km de UFG)
Telefone: (62) 3216-6666
Site: clique aqui

Quality Hotel Goiânia
Rua 14, 46 | Jardim GoiásGoiânia, Goiás 74810-180, Brasil (5,3 km de UFG)
Telefone: (62) 3239-0700
Site: clique aqui

Oitis Hotel
Rua Terezina, 260 - Alto da Glória, Goiânia - GO 74815-715, Brasil (7,5km da UFG)
Telefone: (62) 3238-2100
Site: clique aqui

Plaza Inn Executive
Av. D, 302 - St. Oeste, Goiânia - GO, 74140-160 (3,7km da UFG)
Telefone: (62) 4005-3136
Site: clique aqui

Golden Tulip Goiânia Address
Av. República do Líbano, 2526 - St. Oeste, Goiânia - GO, 74115-030 (3,9km da UFG)
Telefone: (62) 3257-1000
Site: clique aqui

Hotel Ibis Styles Goiânia Marista
R. 15, 2045 - St. Marista, Goiânia - GO, 74150-020 (4,9km da UFG)
Telefone: (62) 3623-8850
Site: clique aqui

Lembrando, este é apenas um post de sugestão. O CONPEDI não tem parceria com os hotéis citados.



Aplicativo

Para facilitar o acesso às informações do XXVIII Encontro do CONPEDI, temos um aplicativo que reúne os principais conteúdos do evento que irá acontecer em Goiânia. Disponível para Android e IOS.

1. Entre no ícone Play Store ou App Store do seu celular;

2. Digite “Conpedi” na área de busca;

3. Selecione a opção “instalar”.

E pronto! É só acessar e ficar por dentro de toda a programação diretamente do seu celular! 



Dúvidas

AVALIADORES
Patrícia Coelho
[email protected]

COMUNICAÇÃO 
Bianca Jung
[email protected]

ESPAÇO DO AUTOR
[email protected]

FINANCEIRO 
Ana Caroline da Silva
[email protected]

PÔSTERES
Gisele Bento
[email protected]

REVISTA INSTITUCIONAL 
Eduardo Soares
[email protected]

SECRETARIA
Karine Soares
[email protected]

Telefone: (48) 3334-3077